domingo, 3 de julho de 2011

Concurso da Petrobras com vagas para tecnólogo

Vagas são para a área de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, curso oferecido pelo IFF. As inscrições estarão abertas de 12 a 31 de julho, no site da Fundação Cesgranrio.
  
Nesta sexta-feira, 01 de julho, a Petrobras abriu edital para concurso público em diversas áreas, entre elas para um curso de tecnologia, o que representa vitória para o Instituto Federal Fluminense. A estatal reconheceu a formação de tecnólogo para o cargo de Analista de Sistemas Júnior, nas áreas de Engenharia de Software, Infraestrutura e Processos de Negócio.
  
O concurso terá um total de 587 vagas, sendo 439 para os cargos de nível médio, distribuídos em 24 áreas e 148 para cargos de nível superior, distribuídos em 21 áreas. As inscrições estarão abertas de 12 a 31 de julho, no site da Fundação Cesgranrio. As provas objetivas serão realizadas no dia 28 de agosto. Para os cargos de nível médio, o valor da inscrição é R$30,00 e para nível superior é R$45,00.
  
É importante ressaltar que ex-alunos do Instituto poderão disputar as vagas de tecnólogos, com base no Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia e na Tabela de Convergência, disponível aqui (veja na página 130).
 
Para a Pró-Reitora de Desenvolvimento Institucional, Guiomar Valdez, esta decisão abre espaço para o reconhecimento pleno em outras áreas.
  
“Este reconhecimento dos tecnólogos pela Petrobras, uma luta antiga do Instituto, abre espaço para que possamos implantar novos cursos superiores nas áreas de tecnologia, no momento estes profissionais são de grande relevância para o desenvolvimento do nosso país”, completou.
  
Segundo a Reitora do Instituto, Cibele Daher, há muito tempo o IF Fluminense trabalha em prol desta conquista. “Há algum tempo lutamos por isso. É com alegria e satisfação que a Reitoria compartilha essa notícia com os alunos do curso Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. A gestão sempre reconheceu a importância dos cursos, defendendo a sua existência e não a sua extinção no Instituto”, finalizou.